Clima@edumedia


climaedumedia



Clima@EduMedia ensina alterações climáticas às escolas portuguesas através dos média

 

O projeto “Clima@EduMedia”, desenvolvido ao abrigo do Programa “AdaPT” pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), pretende educar os estudantes de 30 escolas do país para o tema das mudanças do clima, através do uso dos média.

José Azevedo, docente da FLUP, investigador do CETAC.MEDIA e coordenador do projeto, refere que “a generalização do acesso às tecnologias digitais abriu um vasto leque de possibilidades de inovação no que toca a relação dos média com a aprendizagem.”

O desafio do “Clima@EduMedia” “não é apenas produzir conteúdos mediáticos estimulantes sobre as alterações climáticas, mas também possibilitar estratégias onde os alunos possam aprender através do próprio processo de produção. A investigação mostra que proporcionar aos estudantes um espaço onde possam adicionar a sua voz à discussão pública sobre as alterações climáticas tem um impacto positivo no envolvimento dos mesmos com o conhecimento científico sobre o tema, e ajuda a criar uma consciência crítica sobre essas alterações fora do contexto de sala de aula”, refere.

O projeto “Clima@EduMedia” é multidisciplinar, nele colaborando as Faculdades de Letras e de Ciências da U.Porto, bem como a sua Unidade de Novas Tecnologias na Educação. De ressaltar a participação de 30 escolas portuguesas de todo o país e ainda uma parceria com a Universidade da Islândia.

O Programa “AdaPT” foi criado com o objetivo de apoiar financeiramente a atuação em matéria de “Adaptação às Alterações Climáticas” em Portugal, e o seu desenvolvimento foi guiado pelos termos estabelecidos no “Memorando de Entendimento” assinado entre Portugal, Noruega, Islândia e Liechtenstein, no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (MFEEE/EEA-Grants).